sexta-feira, 18 de julho de 2008

Um contrato de adesão

Prezados,

com alegria selo a primeira correspondência desta página a seus leitores – por ora uns poucos, escolhidos a dedo, mas que hão de crescer e multiplicar!

Este blog intenta enfim reunir ensaios, comentários e passagens de seu humilde autor (eu) pelo universo político-filosófico, do qual se desdobra à epistemologia jurídica e econômica.

Epistemologia, conforme o Dicionário Houaiss, é (1) a “reflexão geral em torno da natureza, etapas e limites do conhecimento humano, esp. nas relações que se estabelecem entre o sujeito indagativo e o objeto inerte, as duas polaridades tradicionais do processo cognitivo [...]”, ou (2) o “estudo dos postulados, conclusões e métodos dos diferentes ramos do saber científico, ou das teorias e práticas em geral, avaliadas em sua validade cognitiva, ou descritas em suas trajetórias evolutivas, seus paradigmas estruturais ou suas relações com a sociedade e a história”.

De volta ao assunto. Os mencionados trabalhos já existem, porém se encontram esparsos por mídias transitórias. Ao formar, dos antigos, coletânea, e estipular destino certo aos novos, pretendo oferecer-lhes momentos agradáveis de leitura, para quem gosta da leitura e do debate.

É cantão garantido para sentar, ouvir boa música e tomar chá com bolinhos (ou cerveja e salsichão, fica a seu arbítrio), enquanto traçamos os rumos da humanidade (pretensão?). Homeopáticas doses de humor surgirão, e para elas conto com suas colaborações. Sem leitores, por óbvio, um blog é vazio.

Alerto: não se trata de um espaço imparcial. Não creio na imparcialidade, essa lenda urbana, nem a desejo como meta. Quem aqui escreve o faz com convicção. Ao tratar de nossos três eixos – direito, economia e política -, estarei ao lado do que verificar mais fiel aos direitos individuais, cujos meios fundamentais são a democracia liberal, a livre-iniciativa, a lei, a ordem.

Evitemos a pressa, contudo. Ao seu tempo, esmiuçaremos um a um os postulados. As mudanças na economia vão e vêm, mas a crença deste blog, qual há de ser corroborada pelos textos seguintes, é a de que dias melhores virão.

Eu sou Leonardo Faccioni, e esta, nossa página de estréia. Bem-vindos.

Nenhum comentário: